quinta-feira, 16 de abril de 2015

Vida

Se era pra ser, já foi,
E, antes de ir, ficou,
Se era pra ser, não sou

Se não era pra ser, será,
E, antes de ser, já era,
Deu-se o tempo, e quem dirá,
Se não era pra ser, eu fui,
Eu sou, e ainda serei

Perdeu-se tempo, com os novos
E velhos tempos
Fez-se vento, os novos
E velhos momentos

Qualquer estranho um dia diria,
Há de ser destaque a calmaria,
Uma brisa leve no dia a dia

Sobreviveremos a vida,
Celebraremos a morte,
E, com sorte, será tempo

Hei de viver cada dia que passa
E morrer por cada dia que passou

Nenhum comentário:

Postar um comentário