segunda-feira, 27 de julho de 2015

Escrevo em ti

Escrevo meus versos no teu colo
Com tintas de cabelo,
Escrevo meus versos no teu corpo,
E um ponto em cada pêlo

A cada segundo, um ponto final,
Um novo início,
Um verso morto,
Um poema no precipício

Descrevo teu corpo em meus versos,
Teus lábios, teu cabelo,
Teus olhos,
E o desejo
A cada pêlo

Nenhum comentário:

Postar um comentário