quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Pedaços

O que antes era um
Hoje não são nem dois
Três
Ou quatro
Somos eu e você
Sem unidade
Somos todos
Ninguém
E mais quem quisermos ser

Tudo que sou
É também você
E tudo que é você
Não morre enquanto eu viver

Há tudo de ti em cada parte de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário